00:00
02:54
Olá, hoje é terça-feira, 27 de junho de 2023, meu nome é Thiago Toscano, sou Assessor de Agronegócios no Banco do Brasil em MUNICIPIO/UF e falaremos do cenário da produção de alho.

De acordo com informações da EMBRAPA, o alho é um condimento amplamente utilizado na culinária regional e nacional, cujo sabor é bastante apreciado, sendo também reconhecido pelo seu valor medicinal, em função de suas propriedades nutracêuticas e terapêuticas.

Em 2021, de acordo com a FAO, a China foi o maior produtor de alho do mundo com uma produção acima de 20 milhões de toneladas, cultivados em pouco mais de 830 mil hectares, representando 94% de toda a produção mundial. O Brasil figura na 42ª posição, com pouco mais de 167.000 toneladas. A China também detém uma das melhores produtividades do planeta, superior a 24,5 toneladas por hectare. Esta produtividade representa quase o dobro da produtividade média brasileira, de aproximadamente 13 mil kg/ha.

Apesar do Brasil produzir um alho de excelente qualidade e sabor superior, em especial do alho roxo, em 2023 foram importadas mais 50 mil toneladas, principalmente da Argentina e da China. O alho é um dos itens que compõem uma lista de produtos que o Governo vem promovendo ações para impedir o dumping, isto é, a entrada no Brasil de alho com preços não competitivos em relação ao mercado interno do produto brasileiro. Este mecanismo antidumping, aliado à fiscalização das fronteiras do Mercosul, são essenciais para a manutenção das áreas de produção e das famílias envolvidas no processo produtivo.

Além disso, os produtores devem ficar atentos à aquisição de alhos-semente de qualidade superior e livres de vírus, o que pode elevar a produtividade em até 100% quando comparado com sementes sem qualidade atestada pelos órgãos oficiais de pesquisa. De modo a reduzir a incidência dos insetos vetores de vírus em suas áreas de produção, os alhicultores podem utilizar telados específicos para este tipo de proteção.

O Banco do Brasil, principal parceiro do agronegócio brasileiro, coloca à disposição dos produtores rurais linhas de crédito de investimento, inclusive destinadas à aquisição e instalação desses sistemas de proteção específicos para a contenção de insetos, além de custeios e demais créditos para armazenamento e comercialização das lavouras de alho.

Conte sempre com a assessoria especializada em agronegócios e com toda a equipe do Banco do Brasil. Fica a dica de crédito consciente e sustentável. Até a próxima!
Olá, hoje é terça-feira, 27 de junho de 2023, meu nome é Thiago Toscano, sou Assessor de Agronegócios no Banco do Brasil em MUNICIPIO/UF e falaremos do cenário da produção de alho. De acordo com informações da EMBRAPA, o alho é um condimento amplamente utilizado na culinária regional e nacional, cujo sabor é bastante apreciado, sendo também reconhecido pelo seu valor medicinal, em função de suas propriedades nutracêuticas e terapêuticas. Em 2021, de acordo com a FAO, a China foi o maior produtor de alho do mundo com uma produção acima de 20 milhões de toneladas, cultivados em pouco mais de 830 mil hectares, representando 94% de toda a produção mundial. O Brasil figura na 42ª posição, com pouco mais de 167.000 toneladas. A China também detém uma das melhores produtividades do planeta, superior a 24,5 toneladas por hectare. Esta produtividade representa quase o dobro da produtividade média brasileira, de aproximadamente 13 mil kg/ha. Apesar do Brasil produzir um alho de excelente qualidade e sabor superior, em especial do alho roxo, em 2023 foram importadas mais 50 mil toneladas, principalmente da Argentina e da China. O alho é um dos itens que compõem uma lista de produtos que o Governo vem promovendo ações para impedir o dumping , isto é, a entrada no Brasil de alho com preços não competitivos em relação ao mercado interno do produto brasileiro. Este mecanismo antidumping, aliado à fiscalização das fronteiras do Mercosul, são essenciais para a manutenção das áreas de produção e das famílias envolvidas no processo produtivo. Além disso, os produtores devem ficar atentos à aquisição de alhos-semente de qualidade superior e livres de vírus, o que pode elevar a produtividade em até 100% quando comparado com sementes sem qualidade atestada pelos órgãos oficiais de pesquisa. De modo a reduzir a incidência dos insetos vetores de vírus em suas áreas de produção, os alhicultores podem utilizar telados específicos para este tipo de proteção. O Banco do Brasil, principal parceiro do agronegócio brasileiro, coloca à disposição dos produtores rurais linhas de crédito de investimento, inclusive destinadas à aquisição e instalação desses sistemas de proteção específicos para a contenção de insetos, além de custeios e demais créditos para armazenamento e comercialização das lavouras de alho. Conte sempre com a assessoria especializada em agronegócios e com toda a equipe do Banco do Brasil. Fica a dica de crédito consciente e sustentável. Até a próxima! leggi di più leggi meno

10 mesi fa #alho, #colheita, #comercialização, #cotaçãodoalho, #cultivo, #plantação, #produção, #produçãodealho