17/04/2024 - Cenário do café Conilon

17/04/2024 - Cenário do café Conilon
17 apr 2024 · 3 min. 53 sec.

Olá, hoje é quarta-feira, 17 de abril de 2024, me chamo Gildenize Barbosa, sou Assessora de Agronegócios do Banco do Brasil em Linhares-ES e vamos falar sobre o cenário do...

mostra di più
Olá, hoje é quarta-feira, 17 de abril de 2024, me chamo Gildenize Barbosa, sou Assessora de Agronegócios do Banco do Brasil em Linhares-ES e vamos falar sobre o cenário do CAFÉ CONILON.

 Começou a colheita do café conilon nas principais áreas de produção. No Espírito Santo, por exemplo, os cafeicultores estão ocupados com a colheita, que apresenta uma variedade de estágios de maturação dos grãos. Apesar da expectativa geral de uma boa safra, algumas regiões estão enfrentando problemas, como as "rosetas banguelas", causadas pelo aborto de flores devido às altas temperaturas registradas entre outubro e novembro do ano passado. Isso resultou em frutos desuniformes e com peso abaixo do ideal, afetando a produtividade nessas áreas. Felizmente, muitos produtores estão adotando métodos de colheita mecanizada e semimecanizada, o que ajuda a reduzir a dependência da mão de obra, um desafio histórico para o setor.

 No cenário global, a Bolsa Mercantil do Vietnã reportou uma queda significativa de 20% na produção de café canéfora entre conilon e robusta, para a safra 2024/2025 em comparação com a safra anterior. Essa redução drástica é atribuída a uma seca extrema que assolou a região, causando não só a escassez de chuvas, mas também a falta de água para irrigação. Essa diminuição na produção tem impactos diretos nos preços mundiais da commodity, aumentando a demanda pelo café brasileiro, que, apesar da alta, ainda mantém uma posição competitiva. Consequentemente, o Brasil tem visto um aumento nas exportações, mantendo a demanda alta enquanto a oferta é limitada.

 Os preços do café conilon atingiram novos recordes na última semana, com o contrato de julho de 2024 em Londres registrando uma alta de US$96 por tonelada, chegando a US$3948. O mercado está atento aos acontecimentos na Ásia, enquanto a volatilidade dos preços permanece alta devido a questões logísticas e climáticas que afetam a produção e a distribuição do café globalmente, no mercado interno, os preços também estão em alta, com o café tipo 7 alcançando R$1.060,00 por saca de 60kg na COOABRIEL.

 Diante desse panorama, é fundamental que os produtores acompanhem de perto o mercado de café. Recomenda-se o uso de mecanismos de proteção disponíveis para aproveitar a volatilidade dos preços, o que pode oferecer alguma estabilidade em meio a um cenário desafiador.

 No dia 14 de abril, celebramos o Dia Mundial do Café, uma oportunidade para reconhecer e agradecer aos cafeicultores brasileiros pelo seu trabalho árduo e pela sua contribuição para colocar o Brasil como principal produtor mundial da bebida. Eles desempenham um papel vital, não só no mercado, mas também em nossas mesas, fornecendo um produto de qualidade e representando uma parte significativa da identidade nacional.

 O Banco do Brasil está sempre ao lado do produtor rural, atendendo a todas as demandas da sua propriedade. Como linhas de crédito de custeio para manutenção e manejo da safra em andamento e da próxima safra. Conte sempre com a assessoria especializada em agronegócios e com toda a equipe do Banco do Brasil. Fica a dica de crédito consciente e sustentável. Até a próxima!
mostra meno
Informazioni
Autore Broto
Sito -
Tag

Sembra che non tu non abbia alcun episodio attivo

Sfoglia il catalogo di Spreaker per scoprire nuovi contenuti

Corrente

Copertina del podcast

Sembra che non ci sia nessun episodio nella tua coda

Sfoglia il catalogo di Spreaker per scoprire nuovi contenuti

Successivo

Copertina dell'episodio Copertina dell'episodio

Che silenzio che c’è...

È tempo di scoprire nuovi episodi!

Scopri
La tua Libreria
Cerca