14 mag 2024 · 4 min. 10 sec.

Olá, hoje é 14 de maio de 2024, meu nome é Ana Paula, sou Assessora de Agronegócios na Plataforma Brasília, e hoje falaremos sobre o Baru. Originária do Brasil, a...

mostra di più
Olá, hoje é 14 de maio de 2024, meu nome é Ana Paula, sou Assessora de Agronegócios na Plataforma Brasília, e hoje falaremos sobre o Baru.

Originária do Brasil, a planta Baru é adaptada às condições específicas do cerrado, resistindo a períodos de seca e apresentando alta produtividade. Estudos demonstram excepcional valor nutricional das sementes, com altos teores de proteínas, fibras e antioxidantes. É nativa no bioma cerrado, sendo usada na complementação da renda das famílias que a exploram.  É conhecido por esse nome nos Estados de Goiás, Tocantins, Minas Gerais e Distrito Federal, mas possui outros nomes, tais como: barujó, castanha-de-burro, castanha-de-ferro e fruta-de-macaco, por exemplo.

  É uma espécie promissora que favorece várias aplicações. A madeira é utilizada na construção de cercas e na construção civil. A polpa e sementes são comestíveis, ricas em calorias e sais minerais, podendo substituir a castanha de caju, amendoim ou nozes, em qualquer receita. Pode ser utilizada na alimentação do gado, durante a seca, além de favorecer abrigo para esses animais, manutenção nutricional dos solos e qualidade das pastagens, visto que as folhas promovem a manutenção da matéria orgânica e entregam nutrientes ao solo.

  Os frutos são apreciados por diversos animais silvestres, além das flores serem visitadas por abelhas, as quais prestam serviço ambiental de polinização. A semente produz um óleo semelhante ao azeite de oliva, empregado como antirreumático, além de propriedades funcionais e cosméticas, de grande utilização nas indústrias alimentícias e farmacêuticas.

  As cidades turísticas de Pirenópolis (GO) e Alto Paraíso (GO) possuem mercado consumidor potencial, em decorrência do turismo. A amêndoa é comercializada em feiras regionais de produtos do Cerrado ou de produtos naturais, em capitais como Goiânia e Brasília. A possibilidade de crescimento do consumo é promissora em conjunto com a expansão da indústria do ecoturismo, naquela região, além da demanda por produtos nativos e de sabor exótico ser crescente no mercado interno e externo.

  A cadeia produtiva do baru e os canais de comercialização são determinados diretamente pela forma como o fruto é vendido: fruto in natura, amêndoa crua, amêndoa torrada, óleo, farinha e outros subprodutos que a medida que passam por processos de beneficiamento, agregam valor.   Embora haja um crescente interesse na planta Baru, devido às suas propriedades nutricionais e econômicas, oportunidades de mercado em setores como alimentos saudáveis, cosméticos naturais e agricultura sustentável, existem desafios a serem enfrentados, visto atividade ser recente e carecer de estudos que identifiquem a viabilidade econômica ao produtor.

   O Baru representa uma valiosa oportunidade para o Brasil, tanto em termos de segurança alimentar, quanto de desenvolvimento econômico. Sua versatilidade e potencial nutricional fazem dessa árvore uma candidata promissora para impulsionar a agricultura e o mercado de produtos naturais.

  O Banco do Brasil, principal parceiro do agronegócio brasileiro, coloca à disposição dos clientes linhas de crédito de custeio e investimentos que podem ser relacionadas à cultura do baru.   Conte sempre com a assessoria especializada em agronegócios e com toda a equipe do Banco do Brasil. Fica a dica de crédito consciente e sustentável. Até a próxima.
mostra meno
Informazioni
Autore Broto
Sito -
Tag

Sembra che non tu non abbia alcun episodio attivo

Sfoglia il catalogo di Spreaker per scoprire nuovi contenuti

Corrente

Sembra che non ci sia nessun episodio nella tua coda

Sfoglia il catalogo di Spreaker per scoprire nuovi contenuti

Successivo

Copertina dell'episodio Copertina dell'episodio

Che silenzio che c’è...

È tempo di scoprire nuovi episodi!

Scopri
La tua Libreria
Cerca